1

04.11.13 - A alegria dos outros

Posted by Stella on 23:24 in , ,
Fazia um tempão que eu não vinha aqui. Hoje, comentando com uma amiga do trabalho sobre blogs e escrever, lembrei que eu também tinha um blog e que também estava negligenciando ele. Escrever é terapêutico e todo mundo sabe que eu preciso de terapia.
Bem, na verdade o post não é sobre isso, mas sobre a alegria dos outros.
Eu sempre leio coisas sobre como as pessoas invejam a vida alheia, sobre como a grama do vizinho é mais verde e etc. Mas ninguém te fala sobre o que fazer quando você fica feliz pela alegria dos outros. Principalmente quando esse outro não gosta de você.
Como se explica ficar feliz por uma pessoa que não fala com você, não gosta de você e possivelmente quer que você se dane? Eu aprendi que deveria ter raiva dessa pessoa. Mas parece que eu não sou tão normal assim. Vamos ilustrar a situação:
Eu tinha um amigo. Ou pelo menos havia uma pessoa na minha vida que eu considerava um amigo. Geralmente, quando eu tomo alguém pra amigo é porque eu admiro essa pessoa. Existe alguma coisa ali que me faz pensar "cara, que pessoa foda! Eu quero essa pessoa na minha vida!" E daí eu fico amiga dessa pessoa. Só que a vida faz a gente se afastar de todo mundo, até mesmo das pessoas que você acha fodas. (Desculpa a repetição do termo, mas eu ainda não encontrei um equivalente na língua portuguesa pro que eu quero dizer). Mas não é porque você se afasta, que você deixa de achar a pessoa foda. Na verdade, tem gente que talvez só continue sendo você porque você se afastou. Vai saber. Voltando ao assunto, eu tinha um amigo e me afastei por causa da vida, mas continuei acompanhando a vida dele pela internet. Facebook tá aí pra isso. Anos depois, eu recebo uma ligação dele dizendo que precisa se afastar definitivamente de mim. Por que, caro leitor? Bem, parece que andaram usando meu nome pra tentar ferrar com o relacionamento dele, apesar de eu não ter feito absolutamente coisa alguma pra isso. Daí que meu nome virou sinônimo de problema, e ninguém gosta de problema, EU não gosto de problema. Então, para não ter mais complicações, ele me bloqueou e me excluiu da vida dele. Provavelmente nem lembra mais que eu existo. É, com o tempo a gente vai descobrindo que pessoas que você considera importantes podem não te considerar em absoluto. Só que hoje, muito tempo depois disso, anos, eu vejo que ele saiu no Globo, fazendo uma coisa que eu sei que ele sempre se amarrou em fazer. Achei super legal. Fiquei rindo e comentando comigo mesma sobre como foi maneiro. Mas daí lembrei que não podia comentar com ele sobre como achei isso legal, e fiquei triste.
O que eu acho engraçado dessa história toda é que por mais que eu tenha achado a atitude dele a coisa mais escrota do mundo, eu fico feliz de saber que ele está bem. E percebi que isso acontece com todo mundo que já fez parte da minha vida, mas que de alguma forma se afastou. Sempre que eu descubro que alguma coisa legal aconteceu pra essas pessoas, eu simplesmente fico feliz. É automático. E sabe porquê?

Se eu algum dia te chamei de amigo é porque eu vi alguma coisa em você. Talvez você não tenha visto, mas pode ter certeza que eu vi. E, modéstia à parte, eu tenho um PUTA talento analítico. Posso ser um zero à esquerda quando se trata de mim, mas eu sei reconhecer alguém que tem potencial. Mesmo que seja alguém que não vá com a minha cara. E, vou te dizer, a fila desses aí é grande. Em suma, gostaria de pedir um conselho de quem leu até aqui: É ruim eu ficar feliz por alguém que não ficaria feliz por mim? E, dependendo da sua resposta para a primeira pergunta, o que eu deveria entender a partir disso?

Sei lá. Talvez pessoas não sejam para ser entender. Vai saber.


1 Comments


é não precisamos entender as pessoas, mas respeitá-las. Eu sou como você Stellita. Fico feliz com a conquista dos outros mesmo com atitudes escrotas dele como essa que descreveu.
Não é ruim de maneira alguma. Significa que poucas pessoas tem a alma evoluída como a sua, independente de tudo. Significa que as pequenas coisas não são um empecilho.
Os outros que não são assim que estão errados rs bjs e ótimos dias pra ti.

Copyright © 2009 Wild About My Stuff All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.