2

27.07.13 - Começos

Posted by Stella on 21:19 in ,
Começar é mais fácil do que parece. Minha vida é cheia de começos. O difícil é o final.
Um dos meus autores favoritos disse uma vez que pra quem quer ser escritor, o segredo é escrever. Isto é, terminar o que você começou. Mesmo que seja uma história ruim, mesmo que ninguém vá ler. E esse é um dos meus problemas. Eu não consigo continuar a escrever uma coisa se eu não sei se alguém vai ler.
Outro dia comecei uma história, escrevi umas cinco páginas, li pro Gabriel, ele fez umas críticas e daí eu não escrevi mais nada. Não é que eu não saiba o que escrever, eu até sei, mas não sei como. Faz sentido?
Às vezes eu penso que é preguiça, outras que é autocrítica, outras ainda penso que simplesmente não sei escrever e deveria parar de me meter a isso.
E daí eu venho pro blog desabafar.

Hoje comecei um projeto com o Gabriel que envolve música e poesia. Antes que pensem qualquer coisa, eu não sei escrever poesia, mas isso não me impede de gostar. Uma escritora nova iorquina chamada Dorothy Parker escreveu coisas lindas, tristes e irônicas - eu até já postei um poema dela aqui. E eu resolvi musicar algumas por tributo. Isso é só um projeto, nós nem sabemos mesmo se alguém vai chegar a ouvir isso um dia, mas se conseguirmos TERMINAR isso, eu prometo que posto aqui. Como disse antes, começar é comum pra mim, o difícil é essa outra parte.

É estranho, porque na posição de professora eu estou sempre dando ideias para os meus alunos. Quando eles precisam criar uma história na aula, ou pensar num tema pra redação... mas eu deixo o resto com eles. Ideias eu tenho, talvez o que me falta seja esse empurrãozinho. Sempre preciso de empurrõezinhos pra tudo, e isso é um saco. Em alguns momentos eu penso que se aparecesse um gênio da lâmpada e me oferecesse apenas um desejo, eu desejaria ser produtiva. FAZER as coisas que eu penso em fazer... TERMINAR as coisas. Talvez eu simplesmente goste demais do processo pra querer terminar com ele. Minha compulsão vem um pouco daí. Eu gosto demais de alguma coisa, e como ela sempre acaba, eu preciso de mais. Talvez eu devesse mudar meu desejo, talvez eu devesse desejar moderação. Por enquanto eu torço para o gênio da lâmpada não aparecer, porque daí eu teria que terminar essa ideia do desejo...

2 Comments


Acabo de descobrir que temos o mesmo problema. Deve ser mais comum do que parece aqui no Brasil. Acredito que todo escritor precisa ser incentivado (acho meio utópico escrever pensando que ninguém vai ler, sem se importar com isso), e livros não são lá muito valorizados por aqui. Quando um brasileiro lê (aleluia!), geralmente é um livro traduzido, estrangeiro. São raros os autores brasileiros que não têm mais de 60 anos ou que não são famosos por uma carreira anterior, de preferência no Jornalismo ou algo mais relacionado à televisão.

Eu continuo tentando terminar um projeto que tem mais de 6 anos. Acho que nunca vou terminar, mas de vez em quando tento. Tiro looongas férias, volto, escrevo mais um pouquinho... E tiro outras longas férias. Assim vamos seguindo.

Enfim, se precisar de alguém que leia e dê opiniões sobre um projeto seu, conte comigo! :)

Renata.


É tive tais problemas rs mas com o tempo foi saindo, se bem que tenho um projeto de livro que nem pretendo voltar mais nele. Rs
Você sabe que escreve bem e não é preciso de nenhum gênio da lâmpada para te desbloquear o final. Que sabe um pouco de paz e calmaria.... Bjs

Copyright © 2009 Wild About My Stuff All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.