12

11.10.09 - Insetos

Posted by Stella on 20:38 in ,
Eu odeio insetos.
Quem me conhece (e quem não me conhece) sabe disso. Como? Vou lhes contar uma pequena história que aconteceu hoje...

Eu estava saindo da casa da minha avó, quando minha irmã grita: "Olha o tamanho dessa formiga!"
Beleza. Fui ver o tamanho da formiga como toda pessoa curiosa. Só que reconheci de longe que se tratava de uma tanajura que havia perdido as asas. Pra quem nunca teve a infelicidade de conhecer uma tanajura, só tenho uma coisa a lhe dizer: EU queria morar onde você mora.
Sim, eu sei que tanajuras são inofensivas, que tem gente louca que as usa pra fazer farofa, mas elas tem um pequeno problema... assim como as formigas de tamanho natural, elas nunca estão sozinhas. Se tem uma, meu amigo, pode crer que tem mil por perto.
Calhou de hoje ser o dia em que elas saem para acasalar. Assim, elas só fazem isso uma vez por ano, ou seja, podia muito bem ser um dia em que eu não precisasse sair de casa, mas é claro que não foi! Foi HOJE.

Saí da casa de vovó já de olho no caminho. Apareceu uma, duas, cinco, dez, vinte... fudeu.
Devidamente desesperada, com a fobia atacando na velocidade máxima, fiquei parada no ponto prestes a me atirar na frente de qualquer coisa que aparecesse para me tirar dali. Apareceu um ônibus de turismo lotado de velhinhos.

Parei o ônibus e antes de entrar disse, em pânico, para o motorista: "Moço, por favor me tira daqui!!! Tenho pavor de insetos e juro pro senhor que tô desesperada!" Como meu desespero era nítido, o motorista não teve muito trabalho pra acreditar em mim e me deixou entrar. Ok que eu fiquei parada na escada segurando o corrimão depois que a porta fechou... a pessoa estava em pânico, gente!! E as tanajuras voavam contra o ônibus e se espatifavam no vidro BEM NA MINHA FRENTE. Os velhinhos, tentando me acalmar, disseram coisas do tipo:

- Você tá com medo porque pensa que são marimbondos, né, minha filha? Mas não precisa se preocupar, a picada nem dói assim.
- Fica calma, menina! A gente pode comer eles.
- São só bichinhos com asas, tem problema não.

Bem, bichinhos com asas são um problema muito sério pra mim. Quando cheguei onde eu iria saltar, o motorista quis me dar uns conselhos do tipo "você é muito nova pra tá assim, menina, pára com isso". Ô, valeu a carona, Seu Motorista!
Saltei olhando pro chão pra não ver os bichos voando, mas o chão não facilitava, tava cheio deles andando, mortos, meio-mortos, etc.

Corri até a rua onde eu deveria entrar, mas tinham milhões deles lá, tipo que não tinha por onde passar. O pânico era tanto que pensei que fosse desmaiar. O coração batendo a mil por hora, parecendo que ia pular do peito como naqueles desenhos da Warner. Corri de volta pra rua principal e entrei numa loja que vendia caixões.

Fiquei parada lá sem saber o que fazer e precisando de um herói pra me salvar. Então, liguei pro namorado. "Amor, (chorando), eu tô (chorando mais), loja de caixão (chorando), aqui perto (buá), me busca!" Ele entendeu o recado milagrosamente, porque eu não teria entendido, e foi lá me pegar. Depois de algum tempo me convencendo a sair dali, porque as pessoas estavam rindo do meu desespero, ele conseguiu me fazer chegar na casa dele.

Sei que levei muito tempo pra me acalmar, pedi desculpas por ter deixado ele preocupado (como ele ia saber que eu estava numa loja de caixões porque era o primeiro lugar que eu vi, em vez de porque tinha acontecido alguma coisa com um conhecido?) e fui tomar banho.

Assim, isso é tudo 100% verdade e essas coisas acontecem comigo o tempo todo. Já saí no meio de prova por causa de um inseto alado desconhecido. Então se alguém conhecer aquele cara que foi na Ana Maria e "curou" a menina da aracnofobia, me apresenta, ok?

12 Comments


hahahaha!!!! Sério???? Conhecer a Amazonia então nem pensar?


Jr.,

Fora de questão. rs


Inseto voador é a pior praga já inventada...Pior que ninguém entende. Acham bonitinhos e etc...
Mas não tem como...Não dá pra confiar em insetos que voam.
Eu li eses dias que na Australia teve ataque de mariposa. Uma porrada de mariposas voando, entupindo canos, invadindo casas... Se acontece uma dessa aqui no Brasil e eu tô na rua aí sim eu me atirava na frente do primeiro carro.
uihuiahuiahiuahuiahuiahuiah


Ana,

eu me tranco num cofre se acontecesse uma coisa dessas por aqui... rs
Cara, a Austrália é o pior lugar do mundo pra se morar se você tem medo de insetos. Sério, Animal Planet me contou. rs

Beijos, querida. :*


ai eu vi trezentas tanajuras hauahuahua da um certo nervoso, mas fobia tenho não. fiquei com peninha de vc amiga.
da próx vez sai com borrifador de água ou uma raquete elétrica e vai na fé! hauahuahua
;**********


Desculpa parecer grosso e insensível, mas ri muito com o teu dia de terror. Mas pra mim tudo bem. Enquanto as baratas não tentarem dominar o mundo está certo.
Um abraço moça.
P.S: Já pensou em morar num lugar muito, mas muito frio mesmo? Deve ter menos insetos por lá.


Ah, eu sei que é feio rir da desgraça dos outros, Stella, mas eu não vou conseguir parar de rir imaginando a(s) cena(s)... ahauahuhauahu, se algum dia alguém vier me contar a história da menina aterrorizada por tanajuras eu te conto.
hehehehehe
sorry
beiju!


Gente, eu não escrevi isso esperando que alguém se debulhasse em lágrimas. rs Foi real, aconteceu, mas é pra rir mesmo. Eu tenho noção da minha falta de noção. rs Escrevi isso pra acabar com o estresse da situação e rir um pouco de mim mesma, porque até isso faz bem.

Obrigada pelos comentários. ;)


hahahahahahaha
stella, isso é ficção.. só pode!!


Ernani teve que comprar um caixão pra te levar pra casa né? hahahaaha

Bjs


Eu não tenho uma fobia tão grande...mas também tenho pavor de insetos....não gosto nem de imaginar...


Eu tenho exatamente a mesma coisa, eu chego a quase passar mal. Eu fico muito desesperada e o pior é que as pessoas que tão na rua só riem e além de eu ficar desesperada de medo eu fico com vergonha.

Copyright © 2009 Wild About My Stuff All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.