2

01.06.09 - Dona A.

Posted by Stella on 15:49 in

Já reparou como criamos expectativas mesmo sem querer?

Só de pensar em não ter expectativas, já se pensou nelas e está tudo perdido. E já pode se ver a Ansiedade, rebolando agitada, uma verdadeira dona de casa. Dona da minha casa. Eu não gosto dela, mas a Dona teima em ficar lá, querendo que eu coma mais um pouquinho, lembrando que falta pouco, que falta muito... querendo que eu leia um pouquinho, mas fica lá incomodando e eu não consigo ler. Eu preciso de paz, de sossego... mas a Dona pega e diz que isso não serve pra nada, que tenho mais é que arrumar o que fazer até chegar a hora de fazer o que eu realmente tenho que fazer. E fica lá perguntando: "Falta muito?", "Já chegou?"...

Como que se faz pra mandar ela embora? Está há tantos anos lá em casa que eu nem tenho mais coragem... ou tenho? Ela só sabe me atazanar. Alguém avisa pra ela que eu não gosto dela?

De nada adianta... porque ela gosta de mim. E parece que não me solta nunca mais. Está comigo até quando eu durmo. Será que agora ela faz parte de mim? Será que ela é a parte que eu não gosto de mim? Não sei, mas estou ansiosa por saber.


Esse vai ser um daqueles looooongos dias.

2 Comments


Nathália Reis Ramos disse...

Enquanto a ansiedade nos acorda durante a noite pra perguntar se falta muito ou enquanto ela nos fizer comer mais do que deveríamos, ainda tá mais ou menos bom.
Duro mesmo é quando, por causa dela, cometemos algum ato impensado, precipitado e geralmente catastrófico. Era melhor ter ficado nos chocolates...


Stella disse...

E onde eu disse que isso não acontece? rs

É que trata-se de um detalhe específico da minha personalidade. A ansiedade parece coisa boba, mas pode fazer bem mais com a nossa cabeça do que imaginamos...

Obrigada pelo comentário. :)

Beijos!

Copyright © 2009 Wild About My Stuff All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.