2

No more drama

Posted by Stella on 12:07 in ,

Sabe quandoa pessoa insiste em tentar entender porque os outros não pensam como você? Pois é. A pessoa resolveu parar de tentar entender e simplesmente aceitar que nem todo mundo vê o mundo da mesma forma que ela. Mas daí, ela também percebe que não é obrigada a aceitar a maneira dos outros de ver o mundo. Então o que ela faz? Ela se afasta, ela desiste do outro. Não de todos os outros, mas do outro incômodo, do outro mosquito que não serve pra nada. Do outro que não acrescente algo de bom, algo de útil em sua vida... talvez nem a própria vida. Esse outro, pessoa-mosquito, não é mais pessoa em si, não é mais pessoa que merece atenção, não é mais pessoa que merece seu tempo. É apenas um outro. Outro incômodo.
Quando a pessoa percebe que não tem que guardar tudo, que nem tudo que o outro-mosquito diz interessa, ela percebe que ele é descartável. E se surpreende. E fica transtornada, a princípio. Mas depois que a chuva passa, que amanhece e não tem mais neblina, ela percebe que as coisas são tão melhores sem o outro-mosquito. Que ele não é mais que isso: mosquito.

Não vejo como "lá se vai um amigo", mas como "lá se vai um ser infeliz, um mosquito".
Ninguém se incomoda de perder mosquitos, ninguém cultiva mosquitos. E é assim que eu me sinto em relação a este ser.

(Tentei ser impessoal, no início, mas acabei percebendo que eu realmente não gosto de mosquitos e que não tem problema nenhum em admitir isso.)

2 Comments


L.S. Alves disse...

Essa é uma liberdade que devemos valorizar muito. O nosso tempo é precioso demais para que seja desperdiçado ao lado de pessoas que não valem a pena.
Um abraço moça e felicidades com as suas escolhas.


Stella disse...

Concordo. De certa forma, é isso que tentei dizer. Obrigada. :)

Copyright © 2009 Wild About My Stuff All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.