0

Falando...

Posted by Stella on 17:26 in ,
Sentimentos, emoções (são tantas emoções...), acho tudo muito confuso. Engraçado que eu sou atraída por esse tipo de confusão. Gosto de experimentar as pequenas sensações daquilo que me cerca. Acho que é uma forma de nostalgia, pois toda essa experimentação é algo que traz lembranças, como uma carroça cheia de caixas de madeira. Não sei porque, mas pensei nessa imagem agora.

Imagem:

Um senhor com uma espessa barba acinzentada, um pouco magro demais, fraco, carregando uma carroça cheia de caixas de madeira, mas aquela madeira clara, cheia de farpas. Ele carrega os próprios sentimentos, os próprios sonhos e lembranças. Isso pesa. Não tem como deixar pra trás tudo aquilo que sentiu. Ele tem um olhar abatido. Ele sou eu. De repente, como se algo extraordinário acontecesse, ele não sente mais o peso dos sentimentos. Tudo fica leve. Então ele vê que não está mais sozinho. Que sentimentos podem ser compartilhados. Ele não precisa guardar a mágoa, a raiva, o ciúme... isso tudo pode ser deixado para trás. Isso tudo pode cair da carroça, que ele não precisa parar pra pegar. Ele não está mais sozinho. Ele não tem mais o olhar abatido. Ele tem algo a mais, que até ontem não sabia explicar. Mas hoje ele pode dizer o que é... ele tem uma caixa nova. E nela... amor.

Eu sei. Falar de amor é sempre cafona. Mas tem horas que a gente precisa de um pouco mais disso pra fechar os olhos e sentir o tempo passar devagar, como numa segunda-feira chuvosa.

Copyright © 2009 Wild About My Stuff All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.